Existem diversos detalhes do serviço funerário que precisam ser resolvidos para que possa acontecer o velório e o sepultamento. Esta é uma etapa difícil de passar e que tem muita burocracia. Neste post você vai entender como funciona e quais os detalhes que podem tornar este momento doloroso mais confortável.

Como funciona o Serviço Funerário?

O velório, considerado por algumas religiões como o momento de preces pela alma do ente querido. Significa  um dos últimos momentos de ficar perto da pessoa amada. É lembrar a importância e características que farão falta.

A hora de prestar as últimas homenagens e falar sobre as experiências vividas e se preparar para o último momento: o sepultamento.

Este último momento leva o corpo físico e deixa as lembranças que servirão de combustível para a superação da perda.

É o ritual de jogar as flores, rosas e demais objetos que se considere importante e uma singela homenagem ao parente, irmão, amigo. Confira agora as etapas do serviço funerário que são necessárias para a realização do velório e do sepultamento.

Traslado

Consiste no processo de transporte do corpo até o lugar da residência da família do falecido. Alguns seguros funerários já têm este serviço incluso no pacote pago pelo segurado. Quando não se possui seguro, este item do serviço funerário tem uma taxa que deve ser paga pela família à funerária responsável, pode ser terrestre, aéreo, nacional ou internacional.

Necrópsia

Para determinar a causa mortis e permitir a liberação do corpo para o sepultamento é necessário passar pelo IML (Instituto Médico Legal) ou SVO (Serviço de Verificação de Óbitos).

A circunstância do falecimento determinará a qual órgão a verificação será submetida. Após o exame, é emitida a Declaração de Óbito com a identificação e motivo da morte. Com este documento em mãos a família pode conseguir a Certidão de Óbito em um cartório.

Terreno para o sepultamento

Nesse momento é necessário saber onde seu ente querido poderá repousar. Algumas famílias já possuem um lugar determinado, mas se no caso não houver, a compra ficará a cargo da funerária escolhida.

O preço dependerá do cemitério escolhido e da cidade em questão. É um momento delicado pois, dependendo da cidade, a procura é grande e muitas vezes é complicado achar terreno disponível.

Local do velório

Após o anúncio do falecimento, é natural a chegada de entes e amigos para confortar a família e para prestar as últimas homenagens. O velório pode ser realizado em algum lugar que o falecido gostava. Este lugar pode ser a casa da família, em algum salão que tenha sido providenciado ou em alguma capela, lugar que costuma ser no próprio cemitério, para facilitar o sepultamento. É preciso pensar na comodidade e se haverá espaço que comporte de forma satisfatória a todos que irão chegar.

Serviços Funerários

Para que haja o mínimo de conforto nesse momento, as funerárias são responsáveis por providenciar o caixão mais adequado ou de acordo com a escolha da família. Os detalhes da homenagem, o cerimonial, inclui os arranjos de flores, coroas de flores e demais detalhes.

A vestimenta utilizada poderá ser escolhida pela família, geralmente, escolhe-se a roupa preferida do falecido. E em alguns casos, se for  de preferência da família, será providenciado pela equipe funerária o buffet para os parentes e amigos.

Por se tratar de um momento difícil é natural não se ater aos detalhes. Porém, estes são essenciais para que quem amamos tenha um último momento digno e com todo o conforto que merece. 

Na hora da dor, precisamos estar ao lado de pessoas comprometidas e que tenham sensibilidade com a nossa dor. Conheça a Plano Ser e saiba que pode contar com nossa seriedade e solidariedade.