Administrar uma empresa não é fácil, mas gerir os gastos da família também não é menos difícil. Neste artigo, vamos mostrar algumas dicas que podem fazer a diferença nas suas finanças e no seu orçamento familiar.

Os tempos de crise exigem cortes de gastos até mesmo em áreas essenciais. Várias famílias recorrem a escolas públicas para os filhos, cancelam o plano de saúde, passam a andar menos de carro, e tantos outros artifícios para driblar os gastos considerados excessivos.

As 8 dicas a seguir vão te mostrar coisas simples, mas que quando postas em prática, vão mudar para melhor o seu controle financeiro familiar.

 

1 – A regra da economia das finanças

A primeira dica consiste na aplicação de uma regra que vai mudar as suas finanças. Segundo a InfoMoney a regra 50-15-35 tem como objetivo ajudar no controle de gastos e proporcionar uma vida melhor. O sistema funciona da seguinte forma:

  • 50% da renda deve estar comprometida com despesas essenciais como: aluguel, contas de água, contas de luz e etc;
  • 15% deve ser poupado e investido, para que gere um fundo de segurança;
  • 35% é destinado aos compromissos pessoais, diversão e etc.

 

2 – Poupar precisa fazer parte da rotina

A mudança de hábito é o principal segredo para ter as finanças seguindo no rumo certo. São muitos os casos em que gasta-se mais do que recebe. Quando isso acontece, as contas começam a se acumular e fica difícil parar a bola de neve.

Adote como hábito fugir das ofertas tentadoras no shopping ou comprar aquele sapato caro, apenas por desejo. Além disso, a economia de água, luz e até mesmo nos famosos fast-foods, também vão te proporcionar um ótimo equilíbrio financeiro.

 

3 – Ensine economia na sua casa

Quando se aprende desde cedo a poupar, as chances de construir uma vida financeira saudável e equilibrada, aumentam consideravelmente. Ensine as crianças as vantagens de economizar. Para os menores, adote a técnica do cofrinho. Dessa forma a criança aprende a guardar suas moedas para comprar com o próprio esforço algo que queiram muito.

Além disso, a negociação com os filhos, nos casos em que há vontade por determinado produto/serviço que está acima do orçamento, também pode ser uma saída saudável de ensinar sobre economia.

 

4 – Mantenha a transparência

A falta de honestidade é considerada uma das maiores dificuldades de manter as contas em dia no ambiente familiar. Mantenha seu cônjuge ou a sua família à par dos gastos. O que pode ser considerado sem importância hoje, pode se tornar algo maior futuramente.

As pequenas compras devem ser compartilhadas e entrar na conta dos gastos do mês, pois é importante saber de onde vem os exageros, para identificar as falhas que desequilibram o orçamento familiar. A partir do diálogo e da análise, é possível traçar estratégias que darão bons frutos.

 

5 – Monte planilhas de gastos

A melhor forma de ter a vida financeira familiar equilibrada é organizando os gastos. Até porque nem sempre se lembra de tudo, e o esquecimento de hoje, resulta em juros amanhã. Se você prefere a velha técnica de anotar os gastos, sem problemas. Mas, para quem não abre mão da tecnologia, as planilhas são a solução. Veja a seguir, um exemplo de planilha de organização de despesas.

Fonte: Organize Sem Frescura

    

 

6 – Recorra aos aplicativos para te ajudar

Anotar os gastos ou reservar um dia para fazer a planilha de despesas não é tão prático para algumas pessoas. Atualmente, existem várias opções que garantem o controle da economia para você e sua família. Os aplicativos de finanças têm funcionalidades como:

  • Controle de gastos;
  • Exportar dados para arquivo (.csv);
  • Cadastro de cartões de crédito e débito;
  • Inclusão de notas diárias sobre pequenos e grandes gastos;
  • Relatórios diários, semanais, mensais e anuais sobre suas finanças;
  • Vários tipos de idiomas e moedas.

Conheça 5 aplicativos para organizar suas finanças clicando aqui.

 

7 – Compre à vista

O endividamento surge, muitas vezes, do excesso de parcelamento das contas, seja por boleto bancário ou pelos famosos cartões de crédito. Para evitar gerar contas futuras, escolha sempre pagar à vista. Seja no supermercado ou na loja que você mais gosta, pagar com o dinheiro ajuda a manter o maior controle dos gastos.

 

8 – Tenha um Plano de Assistência Familiar

Quando falamos em família, lembramos de amor e união, mas é importante também pensar no conforto e segurança de nossos entes queridos. O Plano de assistência existe para garantir cuidados básicos, como o plano funeral, inclui descontos em clínicas privadas e muito mais. Os planos permitem a inclusão de membros e não membros da família, por uma pequena diferença no valor.

 

Conheça a Plano Ser, uma empresa de Planos de Assistência Familiar. Temos como objetivo, proporcionar a você e sua família, benefícios como o plano funeral, descontos em clínicas e exames, além de descontos exclusivos em vários estabelecimentos comerciais. Conheça a Plano Ser.